PS4 FALLOUT 4

Solicite no comentário

Fallout 4 é o novo jogo da famosa franquia para PS4Xbox One e PC. Desenvolvido pela Bethesda, mesmo estúdio responsável por Skyrim, o título aposta mais uma vez na fórmula da série, misturando jogabilidade com elementos mais polidos que expandem a sensação de liberdade dentro do game.

A guerra nunca muda

Como a própria abertura de Fallout 4 faz questão de relembrar, a guerra nunca muda. E o mesmo acontece neste novo capítulo da franquia pós-apocalíptica, que traz na jogabilidade características bem familiares aos fãs da Bethesda. O título segue os passos dos anteriores e nos envolve em uma trama que reflete as ações catastróficas do próprio ser humano, com longas horas de exploração por terras quase desertas.

Fallout 4 (Foto: Reprodução/Steam)
Fallout 4, o game onde a guerra nunca muda. (Foto: Reprodução/Steam)
 

O game começa na cidade de Boston, cenário pré-catástrofe que mescla tecnologia moderna com o charmoso visual da década de 50. O prólogo traz uma pequena reunião familiar que logo é interrompida pelo caos que se instaura antes do ataque nuclear.

O jogador assume o papel do único sobrevivente da Vault 111, onde acorda anos depois do ocorrido. Ao sair do abrigo subterrâneo, ele é apresentado ao ambiente devastado pela radiação, repleto de mutantes e do melhor e o pior da humanidade. E é a partir daí que você pode escolher, com muita liberdade, seu próprio caminho e história em Fallout 4.

Fallout combina tecnologia moderna com o charmoso visual da década de 50 (Foto: Divulgação/Steam)
Fallout combina tecnologia moderna com o charmoso visual da década de 50 (Foto: Divulgação/Steam)

Explosão de liberdade

O primeiro destaque do novo título fica a cargo de um mundo aberto cheio de possibilidades. Fora da Vault 111, o jogador fica livre para explorar o ambiente pós-apocalíptico como e quando quiser, com poucas restrições.  Há muito mais para se fazer e descobrir além da campanha principal, detalhe que por si só já acrescenta certa espontaneidade ao game. Você sente que o mundo está “vivo”.

Já a trama é contada em parte e, ao mesmo tempo, feita por você, a medida que conhece novos locais e conversa com pessoas diferentes. Mas a roda de diálogos, que deveria ajudar na narrativa, não traz a mesma liberdade para o jogador. As escolhas se resumem em opções genéricas ou pouco expressivas.

Fallout 4 dá liberdade para o jogador escolher e explorar (Foto: Divulgação/Steam)
Fallout 4 dá liberdade para o jogador escolher e explorar (Foto: Divulgação/Steam)
 

Felizmente, a naturalidade dos acontecimentos dentro do game consegue compensar a limitação. Mesmo que a narrativa ainda siga os passos de Fallout 3, ela permite ao jogador ver com mais clareza as consequências de suas ações. Aliás, não é apenas esse detalhe que Fallout 4 carrega dos jogos anteriores. Se você jogou New Vegas, Skyrim, Oblivion ou qualquer outro da Bethesda, certamente encontrará várias familiaridades.

No entanto, se você é o tipo de jogador que não consegue deixar uma área antes de explorá-la completamente e adora coletar objetos, Fallout 4 (e todos esses outros títulos) são uma boa pedida para você. Mas com elementos tão peculiares e parecidos, é bem provável que se você não curtiu o estilo de Skyrim, por exemplo, também estranhe a jogabilidade deste novo game.

Evolução natural

O combate está mais polido, inclusive o V.A.T.S, que funciona de forma mais precisa. Outros adicionais também são excelentes, como a possibilidade de personalizar tanto os equipamentos como sua Power Armor. E tudo isso é feito de forma sustentável, com sucatas e materiais encontrados pelo mapa. Ou seja, qualquer pedaço de lixo encontrado pode ter alguma utilidade e não apenas ocupa espaço no inventário.

A customização de armas e equipamentos garante mais opções estratégicas (Foto: Divulgação/Steam)
Fallout 4: customização de armas e equipamentos garante mais opções estratégicas (Foto: Divulgação/Steam)
 

Além disso, o sistema de atributos S.P.E.C.I.A.L também está de volta, só que com novidades. A cada level o jogador ganha um ponto para distribuir em os atributos, estes que vão determinar como o seu personagem consegue lidar com diferentes situações. E dependendo do nível da habilidade, você pode investir em bônus secundários (Perks). E ainda é possível administrar tudo isso por meio do aplicativo do Pip-Boy no celular, que funciona como uma segunda tela diretamente ligada ao game.

Ainda sobre o personagem, a ferramenta de criação também amplia a parte de personalização do game. Com opções que lembram The Sims, você pode modificar os mínimos detalhes da face, olhos, boca, aplicar cicatrizes, manchas e características que podem deixar seu personagem único. Mas enquanto os rostos receberam melhorias, não podemos dizer o mesmo sobre os modelos de corpo. O físico dos personagens da Bethesda ainda possuem proporções um tanto questionáveis.

Com as habilidades, você pode combater inimigos com estratégias diferentes (Foto: Divulgação/Steam)
Com as habilidades, você pode combater inimigos com estratégias diferentes (Foto: Divulgação/Steam)
 

Outro ponto interessante e muito divertido de Fallout 4 é que você não precisa se limitar a própria sobrevivência. Assim como em Fallout Shelter, aplicativo do game para iOS e Android, você pode criar comunidades com o novo sistema de construção. Com ele é possível administrar recursos básicos como água, comida, energia e ajudar a população a se manter fora de um ambiente hostil.

E somando todos esses elementos acima, o título consegue mostrar que é capaz de ampliar a liberdade que o jogador tem em fazer suas próprias escolhas. No entanto, a impressão que fica é que Bethesda ainda continua apostando na boa e velha fórmula da série. Inovando pouco mas melhorando aquilo que os fãs já gostavam em Fallout 3.

O visual impressiona, mas o modelo dos personagens poderiam estar mais polidos (Foto: Divulgação/Steam)
O visual impressiona, mas o modelo dos personagens poderiam estar mais polidos (Foto: Divulgação/Steam)

Gráficos e Som

No quesito visual, Fallout 4 impressiona na ambientação. A sensação de mundo “vivo” citada anteriormente também se aplica com paisagens em constante mudança. No entanto, enquanto os cenários exibem mais realismo, outras texturas como as da face e de NPCs não apresentam tanta evolução desde Fallout 3. No geral, o jogo está bem bonito, mas poderia estar mais caprichado por ser um título só da geração atual.

Fallout 4 traz legendas e interface totalmente em português, um ponto muito positivo que facilita o uso das ferramentas e customizações do jogo para quem tem dificuldades com o idioma original.

A trilha sonora do game é espetacular, principalmente para quem curte clássicos dos anos 50 e 60 ou um bom jazz. 

Fonte: Techtudo

Marca: Bethesda Game Studios
Categoria: JOGOS

Enviar comentário

voltar para Loja On-line

bdt b02|left fwR bsd b01s uppercase|fwR show c05n bsd b01s uppercase left||||news login bdt b02|c05|b01 c05 bsd|login news c05|c05|signup|content-inner||