Spoiler

State of Decay 2 - Análise

Publicado em 17/05/2018 às 14h19

State of Decay 2 - Análise

O gênero dos zombies tornou-se, nos últimos anos, num dos mais saturados da indústria dos videogames e do entretenimento com múltiplas e variadas ofertas para os interessados em chacinar mortos-vivos. Desde Call of Duty a Yakuza, passando por The Last of Us, Dying Light, DayZ, ZombiU e outros tantos, a presença dos zombies nos videogames tornou-se comum e num tema recorrente para os mais diversos estúdios. No entanto, nenhuma destas propostas mostrava realmente o que era esta inserido no meio de um surto de mortos-vivos que olham para nós meramente como a sua próxima refeição. Foi por isso que, quando State of Decay foi lançado para o Xbox 360 em 2013, tornou-se numa surpresa para muitos. Para além de oferecer uma perspectiva refrescada de um jogo de zombies, vinha de um estúdio que para muitos era completamente desconhecido, a Undead Labs.

Oito anos mais tarde, e depois de uma versão remasterizada do primeiro para o Xbox One e PC, eis que temos em mãos a sequência de State of Decay. A premissa continua assente na sobrevivência, mas agora existem mais elementos e variáveis a ter em conta. Mais do que sobreviver, terão que gerir um grupo de sobreviventes juntamente com tudo o que isso implica: juntar recursos, averiguar as necessidades de cada um, eliminar os perigos próximos e evoluir as infraestruturas para que as condições de vida continuem a melhorar. No fundo, State of Decay 2 tem tanto de sobrevivência como de gestão, podendo até ser comparado, de certa forma, a um The Sims inserido num contexto de zombies. As semelhanças com o primeiro são inevitáveis, numas coisas mais do que outras, mas não restam dúvidas que a Undead Labs expandiu verdadeiramente o conceito no novo jogo.

Escolhidas as duas personagens iniciais, passamos por um pequeno tutorial que nos ensina com brevidade os controles e as mecânicas básicas. Só a seguir é que o jogo realmente começa, quando temos que estabelecer a nossa base de operações numa casa. O jogo continua a guiar nos de mão dada até um certo ponto, mas depois, dá-nos liberdade total para explorar o mapa, encontrar recursos e sobreviventes, e expandir a base de operações. Se alguma vez vimos a série The Walking Dead, já temos uma ideia do que esperar. Teremos que liderar e gerir um grupo de sobreviventes, ficando num sítio seguro e atribuindo tarefas. Também teremos que encontrar recursos importantes como alimento, materiais de construção, combustível para os veículos e medicamentos, caso contrário, vais gerar instabilidade entre a comunidade, o que ultimamente conduz à depressão e discussões.

Embora inicialmente tenha que escolher uma dupla de personagens, assim que estabelecer a base e convencer mais sobreviventes a juntar-se a ti, podemos trocar livremente entre personagens, o que tem vantagens e desvantagens. Existem personagens com habilidades diferentes e com diferentes níveis de evolução em cada parâmetro, e quanto mais realizarmos uma tarefa com uma personagem, mais evoluído ficará nessa habilidade. Todas as personagens compartilham parâmetros como resistência física e combate, mas há capacidades únicas como horticultura, essencial para plantar vegetais e colher alimento, medicina, para curar os outros sobreviventes, entre outras. Rapidamente vai perceber que, se quer evoluir, vamos precisar de sobreviventes que tenham estas capacidades únicas.

Apesar de uma premissa simples e fácil de perceber, State of Decay 2 é um jogo que fica progressivamente complexo e que te permite investir dezenas de horas de assim quiser. Uma das vantagens, e que certamente facilita mas também prolonga a experiência, é a possibilidade de jogar em modo cooperativo com até quatro pessoas. No modo cooperativo pode ajudar um amigo a completar as suas tarefas ou a simplesmente vasculhar os pontos de interesse para recursos. Ao fazer isto vai receber pontos de influência, indispensáveis para se instalar em novos locais do mapa, e pode guardar todos os itens que encontrar. Existe a limitação de não poder explorar livremente o mapa, isto é, nunca vai poder afastar muito do jogador escolhido como o host da partida, mas tirando isto, não existem mais diferenças entre o modo a solo e o modo cooperativo.

Há alguma repetitividade inerente à estrutura de State of Decay 2. Como um jogo de sobrevivência, teremos que aventurar todos os dias para novos locais em busca de sacos com recursos para responder às necessidades dos sobreviventes. Em primeiro lugar serão os locais mais próximos da base a serem vasculhados, mas eventualmente teremos que aventurar para sítios mais longínquos. É neste ponto que State of Decay 2 consegue escapar à rotina, introduzindo regularmente novos tipos de inimigos e novos desafios. À medida que vai evoluindo cada personagem e se familiarizando com o jogo e os seus recantos, os zombies normais deixam de ser uma ameaça. Todavia, não tarda a conhecer mutações ameaçadores. Existem zombies grandes cujo um carro nem consegue atropelar, zombies que gritam imenso e chamam a atenção dos outros, zombies que te infectam com um vírus mortífero e até há aqueles que explodem numa bomba de gás tóxica.

"State of Decay 2 é um jogo que fica progressivamente complexo e que te permite investir dezenas de horas se assim quiser"

Se não tiver cuidado, pode até perder sobreviventes, Inicialmente terá que ter muito azar (ou simplesmente não querer saber) para perder um dos sobreviventes, mas mais adiante, quando tiver que limpar edifícios repletos de zombies infestados, poderá acontecer. Depois de perder um sobrevivente não há como voltar atrás. State of Decay 2 não tem gravação manual, gravando regularmente. Se perder um sobrevivente, o jogo grava automaticamente e não terá forma de regressar à gravação anterior. Ao jogar em modo cooperativo, o risco é muito menor, mas por outro lado, o fator de sobrevivência diminui. No entanto, se quiser uma experiência genuinamente purista de sobrevivência, é perfeitamente possível jogar e progredir sozinho. Por um lado, jogar com companhia é inevitavelmente mais divertido, mas jogar sozinho é mais desafiante e entusiasmante.

O jogo não segue propriamente uma estrutura linear, mas existem sempre novos objetivos para cumprir. Estes objetivos são uma das fontes de "Influência", um recurso que serve para se instalar em novos locais do mapa. Isto é de extrema importância, principalmente se quiser atenuar a procura por recursos. A influência serve para capturar pontos importantes do mapa que se fornecem recursos diariamente, diminuindo a necessidade de estar constantemente a procurar por mantimentos em novos locais do mapa. Eventualmente até poder instalar-se numa segunda base, aumentando o raio e a escala das suas operações. Tal como já deve ter percebido, State of Decay 2 tem uma forte faceta de gestão, por vezes até se sobrepondo à ameaça dos zombies.

Se esta à procura de uma história não é isso que vai encontrar aqui. State of Decay 2 dá um contexto, explicando que terá que sobreviver numa área em que a civilização desapareceu por completo e até o exército já evacuou daquele sítio, mas não temos uma narrativa convencional. Cada sobrevivente terá missões próprios que terá de cumprir, mas mesmo nestas casos, a dimensão narrativa é praticamente inexistente. Esta é a única desilusão em State of Decay 2. A Undead Labs fez um excelente trabalho em expandir a fórmula apelativa e refrescante do primeiro jogo, no entanto, parece-nos que existia espaço para implementar uma história mais relevante e presente, principalmente sabendo que este contexto de sobrevivência podia gerar momentos dramáticos e marcantes.

"A Undead Labs fez um excelente trabalho em expandir a fórmula apelativa e refrescante do primeiro jogo"

No total, State of Decay 2 tem três mapas que podemos escolher para iniciar a tua comunidade. Cada mapa tem um tamanho ideal, não sendo demasiado grande nem demasiado pequeno. Os mapas têm muitos locais para explorar e alguns pontos altos em que pode conhecer e assinalar permanentemente no mapa os montes de interesse. O fato de que provavelmente andaremos muito a pé ajuda a tornar os mapas maiores. De carro conseguimos percorrer o mapa de ponta a ponta numa questão de minutos, mas como é preciso levar em conta que os veículos gastam combustível, vai acabar a andar mais a pé (e a correr) do que propriamente em veículos. Por um lado é bom, visto que todos os teus sobreviventes rapidamente vão ficar peritos em correr e em resistência, sendo capazes de fugir de uma ameaça caso seja necessário.

Não é um jogo impressionante de uma perspectiva técnica, alias, as animações ainda nos fazem lembrar o primeiro jogo e podiam estar bem melhores. Também existem erros como problemas de colisão e texturas que entram a dentro por outras. Quanto a quedas de framerate, jogamos a versão para Windows 10 e apenas reparamos num soluço inicial, sempre que o jogo estava a criar uma sessão online. Dito isto, e apesar de um acordo entre a Undead Labs e a Microsoft, há que levar em conta que State of Decay 2 não é propriamente um jogo AAA, pelo alguns dos compromissos são compreensíveis, até porque o seu preço é menor do que habitual (a edição normal custa 29.99 euros).

Apesar de pecar pela dimensão narrativa, State of Decay 2 é um jogo sem igual e que oferece uma experiência fantástica para quem gosta de zombies. O jogo triunfa ao colocar-te a gerir uma comunidade de sobreviventes no meio de um Apocalipse de zombies. Esta sequência aposta muito mais na gestão e na simulação e, por causa disto, não é apenas mais um jogo em que anda a matar zombies apenas por diversão. É sobrevivência acima de tudo, e apesar de alguma repetitividade, ficamos sempre com vontade de voltar a jogar e de continuar a expandir a nossa comunidade. O facto de que podes escolher jogar em modo cooperativo torna-o ainda mais aliciante para aqueles que estão à procura de uma nova proposta para jogar em grupo.

 

Fonte: Eurogamer

Comentários (0)

Call of Duty: Black Ops 4 - Tudo o que sabemos

Publicado em 16/05/2018 às 16h36

Black Ops 4 será o próximo jogo da saga blockbuster Call of Duty. Black Ops 4 será lançado no final deste ano e será desenvolvido pela Treyarch, o estúdio que está por trás da série Black Ops. Neste guia sobre Black Ops 4, iremos revelar tudo o que sabemos sobre o jogo até ao momento, incluindo a data de lançamento do Black Ops 4 e ainda a nossa própria especulação sobre os detalhes da história em torno do próximo jogo e se o mesmo poderá chegar ao Nintendo Switch.

Live Stream CoD Black Ops 4

Call of Duty Black Ops 4 será revelado num livestream a 17 de Maio de 2018 às 14:00 em Brasília. A data de lançamento de Black Ops 4 é 12 de Outubro de 2018. Black Ops 4 irá chegar às plataformas PS4, Xbox One e PC. A escolha da data de lançamento para meados de Outubro é algo pouco comum na franquia Call of Duty, sendo que os últimos jogos têm chegado em inícios de Novembro. A razão oficial por trás da mudança para uma data prévia não é conhecida, mas Black Ops 4 será lançado antes do tão esperado Red Dead Redemption 2 e provavelmente também antes de Battlefield 5. Black Ops 4 será oficialmente revelado num evento a 17 de Maio de 2018.

Por enquanto, não sabemos nada sobre o Black Ops 4 para além das plataformas de lançamento e data de lançamento. Os detalhes sobre a história e o multiplayer de Black Ops 4 são inexistentes neste momento. Alguns dos detalhes que faltam e que muitos fãs estão desejosos de saber serão revelados no evento a 17 de Maio, mas a Activision tem tendência a espaçar as suas revelações, com mais informações na E3 em Junho e, talvez, na Gamescom em Agosto. Mesmo que os detalhes sobre Black Ops 4 sejam bastante escassos, podes já fazer a pré-compra do jogo para PS4, Xbox One e PC.

Numa das provocações mais bizarras de todos os tempos de um videogame, Call of Duty: Black Ops 4 foi aparentemente promovido no chapéu de James Horden dos Houston Rockets. O chapéu apresentava um logótipo que se assemelhava ao estilo de Black Ops, mas com quatro símbolos "I".

Detalhes da História de Black Ops 4

A série Black Ops da produtora Treyarch começou em 2010, com Call of Duty: Black Ops, que contava a história de um dos operativos da CIA, Alex Mason, que tentava descobrir a localização de uma estação que iria transmitir ordens a agentes adormecidos que pretendiam espalhar armas químicas por todo o território dos Estados Unidos.

Dois anos depois, em 2012, Call of Duty: Black Ops 2 foi lançado e apresentou dois argumentos paralelos: um na Guerra Fria após o retorno do protagonista Alex Mason, e outro em 2025, relatando uma segunda Guerra Fria com o filho de Alex, David. Finalmente, Call of Duty: Black Ops 3 foi lançado em 2015 e retratou um mundo atormentado por uma terceira Guerra Fria em 2065, quarenta anos após os eventos do Black Ops 2.

Neste momento, não temos quaisquer pistas sobre como poderá ser a história de Call of Duty: Black Ops 4. É perfeitamente possível que o Black Ops 4 possa aventurar-se ainda mais no futuro, no território futurista estabelecido em Infinite Warfare de 2016. Por outro lado, poderia também acontecer no passado. Tanto Call of Duty: WW2 como Battlefield 1 curvaram a tendência de jogos que consistem em guerras futuristas.

Foi também revelado que o adorado modo zombie de jogos anteriores poderá regressar na mais recente entrada da saga, e que a mesma poderá ter uma modo Battle Royale e ausência de singleplayer.

Black Ops 4 Nintendo Switch - Serão os rumores verdadeiros?

Mesmo com vários rumores a apontar uma versão de Black Ops 4 no Nintendo Switch, nenhuma confirmação (ou negação) foi ainda oficializada. O fato da Activision ter anunciado o jogo sem mencionar o Switch e de Black Ops 4 não ter aparecido no Nintendo Direct de Março, só veio reforçar a ideia que o jogo poderá não chegar ao console híbrida.

Nota que a primeira vez que a série Black Ops chegou a um console Nintendo foi com o Black Ops original de 2010, lançado no Wii e Nintendo DS. Os últimos jogos Call of Duty a serem lançados numa plataforma da Nintendo foram Call of Duty: Ghosts, que chegou ao Wii U em Novembro de 2013, e Call of Duty: Black Ops 2, em Novembro de 2012.

Comentários (0)

RAGE 2 - Trailer, data de lançamento e gameplay

Publicado em 15/05/2018 às 15h13

RAGE 2 - Trailer, data de lançamento, gameplay e tudo o que sabemos

Avalanche e id Software colaboram no novo jogo.

De forma totalmente inesperada, a Walmart deixou o mundo especular sobre a possibilidade de RAGE 2 se encontrar em desenvolvimento, algo que foi finalmente confirmado de forma oficial pela Bethesda.

Agora que RAGE 2 é oficial, temos as primeiras informações e até o primeiro gameplay do novo jogo da editora de DOOM, que apresenta o primeiro AAAAAA da história da indústria. A editora diz que RAGE 2 é um AAAAAA pois está a ser desenvolvido por dois estúdios que criam jogos AAA, a Avalanche Studios e a id Software, constituindo assim o primeiro AAAAAA.

O que acontece quando juntas o estúdio de Just Cause com o estúdio de DOOM? Acontece RAGE 2, um jogo em mundo aberto de incrível liberdade, onde podemos destruir tudo o que vemos na frente.

A Bethesda espera que a combinação entre a Avalanche, conhecida pelos seus loucos mundos abertos repletos de destruição, e a id Software, conhecida como uma das melhores no gênero FPS, possa resultar num jogo absolutamente electrizante e imprescindível.

Se quer descobrir mais sobre RAGE 2 e quer manter atualizado sobre tudo o que diz respeito ao novo jogo da Bethesda, acompanha esta página que reunirá todas as informações do jogo.

História de RAGE 2

Ainda existem poucos detalhes sobre o enredo de RAGE 2, mas a Bethesda já compartilhou algumas informações sobre o que esperar do seu novo jogo, uma espécie de sinopse.

RAGE 2 transporta-te para o ano de 2185, quando a humanidade está à beira da extinção. Alguns grupos tentam escapar à Tirana Authority e tu enfrenta todo o tipo de inimigos para alcançar vingança.

Em RAGE 2, será Walker, o último Ranger desta terra desolada e uma ameaça ao poder da Authority. Esta organização pretende manter o controle sobre o que esta da humanidade, mas encontra dificuldades perante os gangues selvagens.

"Iremos desbravar uma terra desolada sem misericórdia onde enfrentaremos gangues sádicos para encontrar as ferramentas e tecnologia necessárias para destruir o controle opressivo da Authority."

Gameplay de Rage 2

A Bethesda já confirmou que RAGE 2 é um jogo de ação em mundo aberto focado na exploração com total liberdade e ação caótica, repleta de explosões e aquela dose de destruição pela qual a Avalanche Studios ficou conhecida.

As primeiras informações sobre o gameplay dão destaque a quatro aspectos diferentes, ao personagem Walker, aos veículos que poderemos personalizar e usar em diferentes corridas, as facções e inimigos, juntamente com o paisagem desolada onde RAGE 2 decorre:

O Último Ranger: Em RAGE 2 podemos adquirir várias armas que pode ser melhorada e contamos com devastadores poderes Nanotrite para fazer a diferença perante as maiores ameaças. Também podemos recorrer à mecânica Overdrive, que leva as tuas armas além dos seus limites.

Acelera para Vencer: RAGE 2 transporta o jogador para um mundo de caos e loucura, onde existe espaço para conduzir Monster Trucks e até Girocópteros. Podemos usar vários veículos para percorrer este deserto e em RAGE 2 não existe lei ou ordem, qualquer veículo que vemos, podemos conduzir.

Facções e Inimigos: A Bethesda sugere que RAGE 2 estará dividido por zonas, cada uma terá um grupo no controle e o seu líder. Se quisermos, poderemos enfrentar estes ferozes inimigos e adquirir controle dos locais. Mutantes, loucos e monstros sedentos por sangue são alguns dos inimigos apresentados pela Bethesda.

A Wasteland Está à sua Espera: RAGE 2 promete uma grande sensação de liberdade e a Bethesda assegura que poderemos percorrer de forma ininterrupta os diversos locais deste local desolado. Desde selvas a pântanos traiçoeiros, passando por desertos onde o sol não dá descanso, Walker percorrerá este mundo enquanto persegue a Authority. O mundo será enorme e teremos de lutar para desbravar caminho.

Vídeos de RAGE 2

A Bethesda já apresentou dois vídeos promocionais de RAGE 2 e apesar do primeiro ter servido apenas para anunciar oficialmente a existência do jogo ao mundo, o segundo já revela gameplay.

RAGE 2 parece combinar a mestria da id Software nos jogos de ação em mundo aberto com a habilidade da Avalanche Studios em criar mundos abertos repletos de destruição, com um tom muito Mad Max à mistura.

 

 

Imagens de RAGE 2

Por enquanto ainda não existem muitas imagens do novo jogo da Bethesda, mas as primeiras imagens que acompanharam o trailer gameplay estão disponíveis em baixo e são absolutamente entusiasmantes.

 

DLCs, Micro-transacções e Caixas de Loot em RAGE 2

A id Software já confirmou que RAGE 2 será apoiado com conteúdos adicionais após o seu lançamento, compartilhando que estes conteúdos extra vão servir para tornar o jogo ainda mais divertido. No entanto, não confirmou que tipo de DLCs podemos esperar: episódios extra de história ou apenas itens como armas ou fatos.

Sobre as controversas Caixas de Loot, Tim Willits da id Software confirmou desde logo que não gostam dessa prática e que RAGE 2 não apresentará qualquer tipo de caixas de loot.

Edições de RAGE 2

Por enquanto, a Bethesda ainda não confirmou quaisquer edições especiais ou incentivos às pré-order de RAGE 2.

1
As capas de RAGE 2 nas três edições.
2

Data de Lançamento e plataformas de RAGE 2

A Bethesda já confirmou oficialmente que RAGE 2 é um jogo para 2019, mas sem qualquer informações mais específica.

RAGE 2 será lançado no Xbox One, PlayStation 4 e PC.

 

Fonte: Eurogamer

Comentários (0)

COPA CS GO: GRUPO B - RESULTADOS

Publicado em 14/05/2018 às 15h38

Grupo B da Copa Counter Strike: Global Offensive da Player Games foi encerrado ontem (13/05) com as partidas entre os times: VLABRUTUSSEM RESPEITO E AM.SQUAD.

TIMES PARTICIPANTES:

VLA

Uma das favoritas trata se do VLA que conta na line a volta do ex jogador da equipe ale.

Line do Time: Ale, foster, wgs, tay e Vitor

 

BRUTUS 

Line do Time: mth, magnata, anao, sat e gui1 

 

SEM RESPEITO

Time SemRespeito que até coach possui alem de contar com a promessa manauara fredzera.

Line do Time: Vibe, Frd, Henri1, HenriXitado, Ibastos e JamesBond. Coach: Joker

 

AM.SQUAD

Line do Time: França, Igor, Spoka, Guids e Delranis

RESULTADOS DOS JOGOS DO GRUPO B:

 

Classificação do Grupo B:

VLA - 9 PONTOS;

BRUTUS - 3 PONTOS;

SEM RESPEITO- 3 PONTOS;

AM.SQUAD - 3 PONTOS.

 

O TIME CLASSIFICADO POR PONTOS FOI O TIME VLA

 

Comentários (0)

PES 2019 ganha data de lançamento

Publicado em 11/05/2018 às 16h47
1

A Konami confirmou o vazamento da PlayStation Store e anunciou a data oficial de lançamento para PES 2019 na Ásia e Japão.

PES 2019 apresentará várias ligas licenciadas, um modo MyClub repleto de melhorias e várias mecânicas de jogo aprimoradas.

Agora, a editora confirma que Winning Eleven 2019, o nome oficial de Pro Evolution Soccer na Ásia e Japão, estará disponível no dia 30 de Agosto, tal como visto pela PlayStation Store.

As informações apresentadas pela PlayStation Store indicam ainda que o modo ML Real Season te permitirá viver a vida de um gestor esportivo através de três componentes muito importantes: pré-temporada, sistema profundo de transferências e novas ligas licenciadas.

No componente visual, a Sony e a Konami destacaram um aspecto foto-realista, animações impressionantes e visuais a 4K com HDR.

A Konami também revelou oficialmente o primeiro teaser, com data de lançamento em 30 de Agosto.

 

Fonte: Eurogamer

Comentários (0)

COPA CS GO - GRUPO A

Publicado por JD em 07/05/2018 às 19h38

O Grupo A da Copa Counter Strike: Global Offensive da Player Games foi encerrado no ontem (06/05) com as partidas entre os times: EOX, DEP7BELO E INTER.BR.

TIMES PARTICIPANTES:

EOX

Considerado um dos melhores time de Manaus EOX que conta com uma alteração está saindo da line FZR que vai dar lugar ao ex jogador do all4frag Bnc .

Line do Time: Will, trk, Pet, granhell e Bnc.

 

DEP

Time veterano de torneios em Manaus composto.

Line: pdroo, Nost -TT-, dA-PUNISHER, Bill e emkill

 

7 BELO 

Time composto por alguns ex-jogadores da equipe revelação No2b.
Line: Nothzera, Gui7, Eletronn, Ftz e Mirek

 

INTER.BR

Uma equipe composta por jogadores do CS 1.5 e CS 1.6 eles são veteranos voltando ao cenário.

Line: Macumba, Adam BTK, Costinha, Bender e PdR

RESULTADOS DOS JOGOS DO GRUPO A:

 

Classificação do Grupo A:

EOX - 9 PONTOS;

DEP - 6 PONTOS;

7 BELO - 3 PONTOS;

INTER.BR - 0 PONTOS.

 

O TIME CLASSIFICADO POR PONTOS FOI O TIME EOX, MAS POR MOTIVOS DE QUEBRA DE REGRAS DA COPA FOI DESCLASSIFICADO. EM VIRTUDE DA DESCLASSIFICAÇÃO DO TIME EOX O 2º LUGAR O TIME DEP FICARÁ COM A VAGA DO GRUPO A.

 composta por alguns ex jogadores da equipe revelação No2b eles estão com todo gás para fazer um bom campeonato, toda a sorte do mundo para a equipe. Segue e Segura line!
Line: Nothzera,Gui7,Eletronn,Ftz e Mirek

Comentários (0)

Shadow of the Tomb Raider

Publicado em 27/04/2018 às 19h18

A Square Enix e a Eidos Montreal juntaram-se para apresentar o primeiro trailer, primeiras imagens e arte de Shadow of the Tomb Raider, mas também revelou as diferentes edições do jogo.

1
2
3

Mais do que revelar as primeiras informações sobre a jornada de Lara Croft, a Square Enix confirmou a existência de três versões diferentes, de um passe de temporada e da possibilidade de jogar 48 horas mais cedo, em pré-order qualquer uma das edições existentes.

A versão Normal inclui apenas o jogo, mas garante acesso a um boost de habilidades nas pré-encomendas. Na PS4, garante ainda o acesso a um tema dinâmico, enquanto no Xbox One dándo uma roupa para o teu avatar e no PC recebe um wallpaper.

A versão Digital Deluxe Edition contém todos os conteúdos da versão normal e pré-order, a trilha sonora do jogo, um uniforme e uma arma extras para Lara Croft.

Se optar pela Croft Edition, receberemos todos os conteúdos da Digital Deluxe, três pacotes com conteúdos extra e o Passe de Temporada de Shadow of the Tomb Raider.

Se quiser ir mais longe, pode comprar a Ultimate Edition, que inclui todos os conteúdos da Croft Edition, uma lanterna e uma estátua de Lara Croft, a icônica protagonista deste Shadow of the Tomb Raider.

Sobre o Passe de Temporada, a Square Enix anunciou que incluirá o acesso a "novas aventuras todos os meses", na forma de sete missões secundárias, com narrativa, sete fatos diferentes, sete armas e sete habilidades.

Estas novas aventuras chamam-se "Paths" e cada uma inclui uma nova narrativa, novas missões, uma Challenge Tomb, uma nova arma, novo fato e nova habilidade. A primeira Challenge Tomb introduzirá ainda a funcionalidade cooperativa em Shadow of the Tomb Raider.

Shadow of the Tomb Raider será lançado no dia 14 de Setembro para PC, PlayStation 4 e Xbox One. Podendo começar a jogar no dia 12 de Setembro, se tiver a pré-order o jogo.

1
2
3
4
5

 Fonte: Eurogamer

Comentários (0)

PlayStation Plus apresenta Beyond e Rayman em Maio

Publicado em 25/04/2018 às 23h09

A Sony revelou a lista de ofertas PlayStation Plus para o mês de Maio, onde encontramos dois jogos PlayStation 4.

A companhia confirmou que os jogadores com o seu mais recente console terão dose dupla de Quantic Dream, se comprarem Detroit.

Enquanto esperam pelo lançamento no dia 25 de Maio, nada melhor do que experimentar um dos jogos que o estúdio Francês lançou no PS3, que está disponível numa versão melhorada no PS4.

Além desse Beyond, Rayman Legends será a segunda oferta para quem joga no PlayStation 4. Este é um dos mais brilhantes e divertidos jogos de plataformas lançados nos últimos anos.

Eis as ofertas PS Plus de Maio:

  • Beyond: Two Souls (PS4)
  • Rayman Legends (PS4)
  • Risen 3: Titan Lords (PS3)
  • Eat Them (PS3)
  • King Oddball (PS Vita)
  • Furmins (PS Vita)

 

Fonte: Eurogamer

Comentários (0)

H1Z1 a caminho do PlayStation 4

Publicado em 24/04/2018 às 22h15

A Daybreak Games anunciou oficialmente que H1Z1 está a caminho do Playtation 4.

Apesar de não revelar uma data de lançamento para o jogo, a Daybreak confirmou que no final de Abril serão apresentadas betas fechadas, mas em 22 de Maio poderemos entrar numa beta aberta.

A versão PS4 de H1Z1 apresentará novos conteúdos e funcionalidades, como um novo sistema de progressão de armas, interface de utilizador renovada e uma seção para novas armas e gear.

Os controles foram optimizados e existem funcionalidades que o tornam mais natural para quem joga com um comando de console, para que o combate possa decorrer da forma mais fluída. Se jogar no PS4 Pro, pode corrê-lo a 60fps.

Este é um Battle Royale gratuito, mas poderemos adquirir versões pagas com diversos benefícios.

 

 

Fonte: Eurogamer

Comentários (0)

Destiny 2: Expansão Warmind recebe teaser

Publicado por JD em 23/04/2018 às 17h31

Destiny 2: Expansão Warmind recebe teaser

A Bungie revelou o teaser para Warmind, a próxima expansão para Destiny 2.

O teaser mostra as primeiras sequências da expansão que nos levará até Marte, um dos planetas que já podíamos visitar no primeiro Destiny. A revelação completa está marcada para amanhã, no Twitch da Bungie.

Elevadas expectativas estão colocadas sobre os ombros da Bungie, que tem agora a árdua tarefa de convencer os fãs a regressar ao Destiny 2. A queda de jogadores nos últimos meses tornou-se evidente, sobretudo devido à falta de recompensas e incentivos relevantes para continuar a jogar.

Na descrição da expansão a Bungie refere "um novo destino para explorar, uma nova atividade cooperativa de endgame para dominar, e novas formas de subir de nível no Crucible".

Fonte: Eurogamer

Comentários (0)

bdt b02|left fwR bsd b01s uppercase|fwR show c05n bsd b01s uppercase left||||news login bdt b02|c05|b01 c05 bsd|login news c05|c05|signup|content-inner||